Escolha uma Página

Foto: Mauricio Antonio
Edição de imagens: Carla Oliveira

Direitos iguais, de certa forma, vem sendo tema nas músicas do chamado sertanejo universitário. Com a ascensão e sucesso das mulheres no meio, ouve-se embutidas nas canções pequenas pinceladas de provocação como: “se eles podem, nós também podemos”. Sim, as mulheres não querem deixar de expandir seu espaço e demarcarem sua liberdade no território musical, considerando que o cenário está altamente propício.
Já Fiduma e Jeca, conhecidos por sua irreverência, jamais perderiam a oportunidade de darem sua opinião sobre o assunto. Pelo que vejo entre os artistas que trabalho, eles são os melhores para encabeçar essa “briga” de forma divertida e alegre. Confira o refrão da música “Direitos Iguais”:

“Atenção, atenção!
Pesquisa Fiduma e Jeca informa
As mulheres estão bebendo muito mais que os homens
Hey, Cadê os direitos iguais?
Se elas pagam menos
E tão bebendo mais”

Parece que Fiduma e Jeca “acertaram na moda”. Afinal, a canção trata de um assunto que vem crescendo cada vez mais em nível nacional.
No último domingo, o Fantástico da Rede Globo pautou o tema após um advogado paulista entrar com um pedido judicial de igualdade de cobranças, que até então vinham sendo tratadas com parcialidade.
A emissora exibiu a matéria e a polêmica vem crescendo cada vez mais onde a prática diferenciada é feita de acordo com o gênero.
O Ministério da Justiça se pronunciou proibindo a desigualdade de cobranças em casa noturnas.
A maioria dos entrevistados concordam com a decisão. A reportagem ainda ouviu Mario Thadeu Leme de Barros Filho, presidente da Associação da Noite e do Entretenimento Paulista, que também apoia a decisão.
A dupla, que gravou recentemente o seu novo DVD em forma de filme em Maringá, incluiu a música “direitos iguais” no repertório com uma história bem divertida (veja foto-tema do artigo). E em breve você poderá conferir no Youtube.
A direção do DVD é de Jacques Junior.